[Yours_Label_Name][fbig1 animated]

A QUEM ESTAMOS ADORANDO





“Os vinte e quatro anciãos prostrar-se-ão diante daquele que se encontra sentado no trono, adorarão o que vive pelos séculos dos séculos e depositarão as suas coroas diante do trono, proclamando: Tu és digno, Senhor e Deus nosso, de receber a glória, a honra e o poder, porque todas as coisas tu criaste, sim, por causa da tua vontade vieram a existir e foram criadas” (Ap 4.10-11).

Muito tem se falado de adoração nos nossos dias, e creio que é tempo de adorarmos ao Senhor de todo nosso coração e alma. Agora, precisamos entender o que é realmente adoração verdadeira, a verdadeira adoração.
- Aqui nesta passagem nós vemos 24 pessoas entregando algo para aquele que estava assentado no trono.

- Bom quem está assentado no trono é Jesus, então adoração é para Ele, e não para homens, imagens etc.

- Eu tenho que me preocupar em adorar Jesus, agradar Jesus e não a homens. Hoje muitas pessoas estão preocupadas em agradar a homens e se preocupam com aquilo que eles estão pensando. Dançam, cantam, tocam, fazem coreografias e tantas outras coisas para homens e dizem que estão adorando a Deus.

“Ora, estando Jesus em Betânia, em casa de Simão, o leproso, aproximou-se dele uma mulher, trazendo um vaso de alabastro cheio de precioso bálsamo, que lhe derramou sobre a cabeça, estando ele à mesa. Vendo isto, indignaram-se os discípulos e disseram: Para que este desperdício? Pois este perfume podia ser vendido por muito dinheiro e dar-se aos pobres. Mas Jesus, sabendo disto, disse-lhes: Por que molestais esta mulher? Ela praticou boa ação para comigo. Porque os pobres, sempre os tendes convosco, mas a mim nem sempre me tendes; pois, derramando este perfume sobre o meu corpo, ela o fez para o meu sepultamento” (Mt 26.6-13).

Essa mulher que estava na casa de Simão, não pensou em agradar a homens, não ligou para os seus pensamentos (atitude dela era reprovável para a época, acharam um desperdício o que ela estava fazendo), porque ela tinha um alvo e esse alvo era adorar a Jesus. Eles achavam que era um desperdício derramar aquele óleo em Jesus, então o que estavam querendo dizer é que: Adorar Jesus é um desperdício, é perca de tempo e infelizmente é o pensamento de muitos hoje em dia.

Adoração tem um alvo e esse alvo é Cristo o Yeshua Hamashia, aleluia!
Podemos ver que essa mulher entregou algo que lhe custou muito (um ano de salário).
Era o bem maior que ela tinha, era o que ela tinha para entregar a Jesus, mas o bem maior estava na atitude do seu coração e isso é que agradou o Mestre, o nosso Raboni querido.
Ela demonstra o seu amor, o seu carinho e respeito por Jesus, ela tinha um coração grato a Ele.

Os vinte e quatro anciãos entregam as suas coroas, algo que era precioso, honroso para eles. Era o bem maior que tinham, mas entregam em adoração, renunciam ao bem precioso que tinham.


Porque para eles o bem mais precioso estava assentado no trono, era Jesus, para Maria também o que valia mais para ela estava assentado naquela sala na casa de Simão.


Então vemos que adoração é renunciar o bem que achamos ser precioso para nós, entregar esse bem para Jesus em adoração.

Isso indica que Jesus é o principal na minha vida e que estou pronto a largar o que para mim é um bem precioso por amor a Ele. Isso é adoração, é renunciar aquilo que é honroso para nós, largar um bem precioso é algo que vai nos custar alguma coisa.

Os vinte e quatro anciãos ganharam aquela coroa, era algo importante para eles, mas entregaram em adoração.

Muitos dos que se dizem adoradores hoje e dançam, cantam, tocam, fazem alguma coisa dentro das igrejas, não estão renunciando e nem largando algo que para eles é um bem precioso. Certo que existem aqueles que estão com as suas vidas no altar e morreram para o mundo. Mas, será que você está pronto para renunciar, largar o seu bem precioso em adoração ao Senhor? Cantar, dançar, tocar, levantar as mãos, falar palavras de amor, ou de agradecimento ao Senhor fazem parte da adoração; é como a fumaça que sobe, mas é necessário ter algo de concreto no altar queimando para produzir a fumaça. Essa coisa concreta é você que tem que estar queimando no altar, aleluia! Isso é a verdadeira adoração, você está preparado (a) realmente para adorar a Deus?
Talvez você diga.
- Há Senhor eu não tenho nada de valor! E Jesus vai dizer:
- Tem sim meu servo.
- Tens a tua vida. Apresenta a mim!

“Rogo-vos, pois, irmãos, pelas misericórdias de Deus, que apresenteis o vosso corpo por sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus” (Rm 12.1-2).

Deus quer que você apresente a Ele um louvor que tenha “um sacrifício vivo” (você), santo (separado do pecado e do mundo) e que agrada o coração de Deus (agradável), que é o vosso culto racional. Amem!

Uma das diferenças básicas entre Davi e Saul é que este não demonstrava muita preocupação com o culto ao Senhor e com os ministros do culto, enquanto que Davi comprovava um zelo especial pela adoração a Deus (2ª Samuel capitulo 6 e 7). Não se pode governar, reinar ou fazer qualquer outra coisa com êxito se há negligência no culto a Deus. Quando Saul lembrou-se de levantar um altar a Deus, já estava todo complicado por causa de suas transgressões às ordens do Senhor. Não esqueçamos esse fato, pois o Eterno considera primeiramente, e antes de qualquer coisa, a obediência (1º Sm 15.22).

por Pastor Elias Ribas
Marcadores:

Postar um comentário

[blogger]

MKRdezign

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget