Os desdobramentos da acusação de Patricia Lelis contra o Pastor e Deputado Federal Marco Feliciano







... e o troféu Pinóquio vai para ... 






A Polícia Civil concluiu o inquérito que apurava o caso que envolve a jornalista Patrícia Lelis, de 22 anos, e o assessor do deputado federal Marco Feliciano (PSC), Talma Bauer com o pedido de prisão preventiva contra a jornalista pelos crimes de extorsão e mentir à investigação.


De acordo com o delegado que investiga o caso, Luiz Roberto Hellmeister, titular do 3º Distrito Policial da Santa Ifigênia, no Centro de São Paulo, Patrícia deverá responder ao eventual processo presa.


Segundo o delegado, o caso será analisado pela Justiça no Fórum João Mendes, no Centro de SP, a decisão sobre a prisão da jornalista deverá ser decretada por algum juiz.


Patrícia nega as acusações de extorsão e denunciação caluniosa contra Bauer. O advogado de Patrícia, Roberto da Gama Cidade, disse que o pedido não causou “absolutamente nenhuma surpresa”, e que enviou ao Ministério Público de São Paulo, há cerca de dez dias, uma petição para que as investigações em São Paulo sejam invalidadas.


Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil

Informações: Yahoo Notícias.

________





Artigos relacionados:


O caso da acusação de tentativa de estupro feita por Patrícia Lélis contra Marco Feliciano. Desdobramentos apontam à inocência do Pastor e Deputado Federal



O jornalista Roberto Cabrini e o SBT, de Silvio Santos, estão de parabéns. O programa Conexão Repórter cumpriu exemplarmente o papel que cabe à atividade da Imprensa séria realizar - coletar e transmitir notícias buscando a verdade dos fatos. Usando a imparcialidade como mola propulsora do profissionalismo, atrelado à fineza e contundência nas medidas certas, Cabrini desfez o ardil de uma caluniadora contumaz.


Deplorável VINAAC, VINAAC decepcionante!


A pressa fez com que o site da entidade Visão Nacional da Consciência Cristã, incompreensivelmente, por ter como principal motor a Apologia Cristã, agisse de maneira injusta contra Marco Feliciano, reproduzindo o engano, que claramente não se via prova alguma, e tinha como fonte sites seculares pró-aborto e favoráveis ao casamento homoafetivo e tantas outras práticas fora dos padrões bíblicos. Ou seja, a Vinaac bebeu água poluída e ofereceu aos seus leitores copos desse líquido contaminado, sem levar em conta que a propagação do conteúdo era interesse de desafetos do parlamentar evangélico, gente que deseja acabar com a carreira política de Feliciano por causa de suas posições cristãs em favor da família aos moldes bíblicos e da vida. Contudo, a Vinaac acompanhou toda a celeuma e também anunciou a inocência de Feliciano. Que o episódio sirva de lição...


Fonte:E.A.G.
Marcadores:
Reações:

Postar um comentário

MKRdezign

{facebook#https://www.facebook.com/pralexsandrocosta} {twitter#https://twitter.com/iadmps} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/+ALEXSANDROCOSTAPR} {youtube#https://www.youtube.com/channel/UCLIBLkxeaLQZA9uP1ob99Og}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget